Lei nos Evangelhos – Onde começa o evangelho?

por Rene P. Brown


Para começar, eu quero fazer uma declaração sem medo de errar: Todos os livros da Bíblia são verdadeiros do início até o fim, inspirados pelo Espírito Santo, e a Palavra “é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça”, (2 Tim 3:16). É a revelação verdadeira de Deus ao homem.

A mais de 30 anos atrás quando o Senhor me encheu com o Seu Espírito Santo, eu recebi esta revelação: 1) A Bíblia é a palavra de Deus e 2) Eu fui salvo. Nada mudou!

Com isto esclarecido, eu quero dizer que onde colocamos as divisões por versículos, que onde colocamos o título do Novo Testamento, as explicações de versículos e assim por diante, que estes não são necessariamente inspirados pelo Espírito Santo, mas foram postas lá para facilitar o uso da palavra. Isto ajuda muito, mas que às vezes podem passar uma idéia errada. Até mesmo os nomes dos livros não estavam contidos nas primeiras versões, mas são deduções vindas do conteúdo do livro. Isto, todavia, não tira a veracidade destes livros.



I. Novo Testamento ou Nova Aliança como Título dos Livros:

As Bíblias modernas têm estas palavras precedendo o Evangelho de Mateus.

A. Mas será que todos os evangelhos fazem parte da mensagem da nova aliança por completo?

Resposta: Não completamente. Até Jesus morrer na cruz, a Nova Aliança não estava em vigor – apesar de partes do que Jesus falou eram em referência àquele dia.

B. A Nova Aliança é uma aliança da Graça – A graça que Deus deu ao homem baseada no sacrifício de Seu Filho, Jesus Cristo na Cruz do Calvário.

C. A Nova Aliança não é baseada em uma lei, nem na Lei de Moisés, ou nos Dez Mandamentos, nem em qualquer outra parte da lei Levítica, nem nas leis que impomos sobre nós mesmos.
É puramente uma Aliança da Graça através do sangue de Jesus Cristo.

D. Muito do que Jesus disse era da Lei, e assim não fazia parte da Nova Aliança da Graça.

E. Jesus se encontrava debaixo da Lei, e falava a Judeus debaixo da lei!
Ele estava falando uma verdade apropriada aos Judeus; não era para os crentes!

F. Alguns exemplos na Palavra:
Aceitação baseada em nossa atuação = LEI
Aceitação baseada na graça = Justiça de Jesus

1. Mateus 6:14-15 “14Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós; 15se, porém, não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai perdoará vossas ofensas.” Este é o ensino da lei!

Também é um ensino sobre justiça: Eu sou perdoado baseado na minha atuação!

1a. Agora vamos comparar isto com um ensino completamente da Nova Aliança da Graça:

(Col 2:13) “e a vós, quando estáveis mortos nos vossos delitos e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com ele, perdoando-nos todos os delitos;”

Este é o ensino da graça. É baseado no sacrifício de Jesus, não em obras.

É baseado na minha nova identidade em Cristo Jesus como um resultado de seu sacrifício, não baseado em minha atuação.

“Todos” no versículo de Colossenses significa exatamente isto: Todos os nossos pecados e delitos foram perdoados baseado no sacrifício de Jesus, e não em algo que eu faça ou possa fazer.

2. (Mat 5:48) “Sede vós, pois, perfeitos, como é perfeito o vosso Pai celestial.”

Não tem como aquelas pessoas (ou nós) serem perfeitas antes que Jesus tivesse derramado o Seu sangue para a nossa redenção. Este era um ensino da Lei dado por Jesus para os fazer entender que eles precisavam de um Salvador!

Agora é possível sermos perfeitos Nele: (Col 1:28) “o qual nós anunciamos, admoestando a todo homem, e ensinando a todo homem em toda a sabedoria, para que apresentemos todo homem perfeito em Cristo”

3. (Mat 15:26) “Ele, porém, respondeu: Não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos.”

Este é um ensino da Lei – a salvação era apenas para os Judeus naquele momento.

4. Mat 5:6-10 “Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça porque eles serão fartos.”

(2 Cor 5:21) “Àquele que não conheceu pecado, Deus o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus.” Ensino da Graça – todos Nele são justos assim como Ele é justo.

5. Mat 5:7 “Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia.” Ensino da Lei. Baseado em performance/atuação.

1 Pedro 1:3 “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua grande misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos,” 1 Pedro é um Ensino da Graça. Todos recebemos misericórdia.

6. Mat 5:8 “Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus.” Este é um Ensino da Lei para aqueles que o ouviam aquele dia.

(1 João 3:2) “Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifesto o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é, o veremos.” Pela graça de Deus, O veremos como Ele é.

7. Mat 5:9 “Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus.” Ensino da Lei 

(Gál 3:26) “Pois todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus.” Ensino da Graça – Todos agora somos filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus.

8. Mat 5:10 “Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus.” Ensino da Lei

(1 Cor 1:30 ) “Mas vós sois dele, em Cristo Jesus, o qual para nós foi feito por Deus sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção;” Este versículo de Coríntios é Baseado na graça.

9. Mat 5:22 “Eu, porém, vos digo que todo aquele que se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo; e quem disser a seu irmão: Raca, será réu diante do sinédrio; e quem lhe disser: Tolo, será réu do fogo do inferno.”

Eu consigo me lembrar que no início da minha caminhada cristã eu me preocupava para não chamar ninguém de tolo!

(Rom 8:1-2) “1Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. 2Porque a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte.”

Ensino da graça puro! Eu estou livre da lei do pecado e da morte!!!

G. Nestes Ensinos da Lei anteriores, Jesus estava lhes dando um padrão superior ao que eles conheciam para estes pudessem ver que eles jamais poderiam manter a lei com suas próprias forças para alcançar a justiça.

Era impossível antes e Jesus fez ainda mais difícil manter a lei lançando um padrão impossível de ser cumprido com o Espírito da Lei.

Ele os estava preparando para ver que sem um Remidor (Livro de Rute, a história de Rute e Boaz, onde Boaz é o parente-remidor, um tipo de Cristo), ou seja, um Salvador, eles estavam perdidos e não poderiam ser redimidos!

Eles estavam sem esperança.

Ele queria que eles estivessem prontos para que recebessem o Salvador quando Ele viesse depois da ressurreição.

Com certeza 5000 o receberam no Dia de Pentecostes.

O Seu modo de apresentar um aspecto da Lei totalmente impossível de ser cumprido os trouxe até a cruz para salvação no Dia de Pentecostes.

II. Comparando Jesus com Paulo

Podemos observar que algumas coisas que Jesus ensinou enquanto estava na terra parecem não estar de acordo com o que Paulo ensinou.

Você não pode dizer que, “se há conflito, eu vou atrás de Jesus!”

Ou o Espírito Santo foi o autor de todas as escrituras, tanto o que Jesus disse quanto o que Paulo disse, ou estamos todos iludidos sobre a validez e autoridade das escrituras.

As escrituras estarão totalmente em concordância uma vez que observarmos que Jesus está falando às vezes sobre o Ensino da Lei e Paulo escolheu trazer o Ensino da Graça, depois da morte de Jesus, de seu sepultamento e ressurreição, e depois da vinda do Espírito Santo em Poder.

Lembrem-se, também, que muitos dos ensinos de Jesus são muito relevantes para os crentes de hoje. Por exemplo, Mateus 6:6 “Mas tu, quando orares, entra no teu quarto e, fechando a porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará.”

Algo mais: Algumas das coisas que Jesus disse era impossível para os Seus ouvintes que estavam perdidos em seus pecados e transgressões, mas é totalmente possível para os cristãos, depois da vinda do Espírito Santo após a cruz.

Isto se tornou possível porque Jesus já fez tudo!!

III. Linha Divisória

A. A linha divisória entre a Velha Aliança e a Nova Aliança está em Atos capítulo 2:1 quando o Espírito Santo chegou no dia de Pentecostes.

Depois deste evento, Deus foi reconciliado ao homem, Romanos 5:10 “Porque se nós, quando éramos inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.”

B. Agora todos podem ser reconciliados à Deus aceitando a obra da cruz que Cristo fez em nosso lugar.

Com a nossa aceitação de Sua reconciliação, nós recebemos a Vida Eterna, que é simplesmente receber Jesus, que é a Vida Eterna, em nós.

C. Não te ponha sob a lei tentando satisfazer as exigências dos Ensinos da Lei, uma vez que estamos debaixo de uma Nova Aliança.

Olhe para o que Deus nos mostrou depois da cruz! É tudo baseado na Sua Graça.

Nós temos uma nova identidade em Cristo Jesus: Justa, Santa e Completa Nele.

*****Fim do Ensino*****

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Douglas Hugentobler

Douglas é o diretor acadêmico da Universidade das Nações em Worcester, África do Sul. Ele faz parte da liderança da Jocum em Worcester, onde mora há 16 anos junto com sua esposa e filhas.

    Comentar pelo Blogger
    Comentar pelo Facebook