5 itens de sua cozinha (que eram caríssimos!)

Custo é sempre relativo à quanto você deseja algo. A razão pela qual o ouro e diamante custam tanto é porque dá muito trabalho para os encontrar, extrair e manufaturar para que fique na forma de um anel para mostrar quanto dinheiro alguém tem. Muito tempo atrás, entre as tribos da América Central, ouro era algo que se encontrava facilmente e sem valor.

O mesmo acontece com alguns condimentos que usamos no nosso dia-a-dia. Condimentos tão comuns hoje em dia que quase não custam nada, eram muito valiosos no passado. Eles eram até mesmo usados como dinheiro. Alguns deles são:

1. Sal

O sal é muito importante porque é um dos minerais básicos essenciais para a vida animal. Já se perguntou por que usamos o sal como nosso tempero básico? Porque o seu corpo precisa e quer sal. É por isto que nos hospitais os pacientes recebem soro de água salina. Sal é algo extraordinário e útil. Hoje temos vários modos de conseguirmos sal. Pequenos pacotes vêm de graça com a sua refeição fast-food. Mas anos atrás eram difícil de conseguir sal, e sendo importante à vida e tal, era muito mais valioso.

Mas quanto valia o sal? Bem, a palavra 'salário', sabe, aquilo que você ganha no final do mês vem da palavra 'salarium' que significa 'uma quantia para comprar sal'. Sim, era tão caro que você o recebia em troca de seus serviços.

No passado, sal não era usado apenas para dar um sabor e como necessidade básica; também era o único modo de prevenir que os alimentos estragassem. As pessoas não se importavam tanto com o sabor do sal, mesmo que gostassem muito, mas era precioso para conservar a carne. Também era muito difícil de encontrar, uma vez que o único modo de tê-lo era em jazidas em mares ou fervendo água do mar.





2. Pimenta

A pimenta, hoje, é um dos condimentos mais comuns do mundo. Não importa onde você vá ou o que você comer irá encontrar pimenta, e de diversas variedades. Os japoneses provavelmente são o povo que mais a usam - põe até no sorvete.

Mas quanto valia a pimenta na antiguidade? Bom, na Grã-Bretanha eles tem uma termo em sua lei, "peppercorn", que significa pequenos pagamentos. É um termo legal que é usado por anos. E como você deve ter adivinhado, isto se deve ao foto de que uma peppercorn valia alguns trocados...

Isto porque para conseguir pimenta era ainda mais difícil do que conseguir sal. Pimenta só cresce em lugares tropicais, como a Índia, que por muitos anos faturou uma fortuna vendendo pimenta para os países frios como a Europa.


3. Chá

Todos gostam muito de chá, especialmente os ingleses e as vovós. E os ingleses gostam tanto de chá que chegaram a invadir a Índia e a China por causa disto. Mas talvez você não saiba que na China um tijolo de chá era usado como dinheiro.

Ele não era usado para ser vendido em troca de dinheiro mas eram usados como dinheiro. Estes tijolos eram feitos de chá e carimbados com o valor para ser usado como dinheiro. Na verdade o valor carimbado era o seu valor mínimo, porque quanto mais longe este tijolo ia do centro da China, mais ele valia. 

Será que eles iriam dar tanto valor se soubessem que eles eram prensados e cobertos por sangue de boi e esterco de bode?



4. Canela

É difícil de acreditar que aquele pó que colocamos por cima do arroz-doce já custou tanto. Muitas pessoas nem sabem de onde ela vez e como que ela chega às lojas em forma de pó.

Por muitos anos, o único lugar que se encontrava canela era no Sri Lanka. Os mercadores diziam para seus clientes que ela retirada do Rio Nilo para poder cobrar ainda mais por ela. Esta história foi depois substituída com uma de que os pauzinhos de canela eram colhidos por pássaros-canela e que os árabes as roubavam destes pássaros usando uma técnica secreta.

As pessoas acreditavam nestas histórias até 700 anos atrás, provando que nossos antepassados eram tão espertos como somos hoje ;)

Voltando ao assunto, a canela estava presente em todos os lugares na antiguidade: A canela é o primeiro tempero mencionado por nome na Bíblia, e Nero, na morte de sua esposa, queimou o equivalente a um ano de suprimentos de canela em sua homenagem.



5. Cravos

Hoje em dia a maioria das pessoas usam cravos para colocar em 'beijinhos', ou chás-frio em aniversários. Se você leu sobre os outros condimentos, já deve ter imaginado que o cravo só crescia em alguns lugares...

Mas para dar uma idéia quão difícil era de conseguir cravos, por dois séculos na Inglaterra, era possível se trocar cravos por ouro. Sim, ouro! Aquela coisa amarela que suporta as moedas de vários países... Este ouro.

Por quê? Bom, ao contrário dos outros itens desta lista que as pessoas acreditavam propriedades medicinais, o cravo realmente tinha: o óleo de cravo era usado como um anestésico local. Se você fosse ao dentista para arrancar um dente com a pinça (ai!), ele colocaria um pouco de óleo de cravo para aliviar a dor ao máximo.

Se você está se perguntando por que inventaram a Novacaine, provalmente tem a ver com o preço do cravo...


Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Douglas Hugentobler

Douglas é o diretor acadêmico da Universidade das Nações em Worcester, África do Sul. Ele faz parte da liderança da Jocum em Worcester, onde mora há 16 anos junto com sua esposa e filhas.

    Comentar pelo Blogger
    Comentar pelo Facebook