As Sociedades Secretas, parte 3

ORDEM ROSA-CRUZ

A Rosa-Cruz é uma irmandade espalhada pelo mundo que alega possuir uma sabedoria esotérica herdada das primeiras civilizações, como a do antigo Egito. Mas é mais provável que seu surgimento tenha ocorrido no século 16 a partir de livros atribuídos ao teólogo luterano Johann Valentin Andreae, nos quais ele narra as viagens de Christian Rosenkreuz entre os séculos 14 e 15. 

A Rosa-Cruz é uma combinação de ocultismo e outras crenças e práticas religiosas, que envolvem hermetismo, doutrina surgida no Egito no começo da Era Cristã, misticismo judaico, gnosticismo cristão e alquimia. Apesar de atrair importantes intelectuais e cientistas, como Francis Bacon, a força da Rosa-Cruz caiu dramaticamente durante o Iluminismo. A partir do século 19, graças à associação com a maçonaria, as sociedades rosacruzes voltaram a ganhar força, principalmente na Europa e nos Estados Unidos. Em 1915 surgiu em Nova York a Antiga e Mística Ordem Rosae Crucis, fundada por H. Spencer Lewis, que declarava ter aprendido seus ensinamentos dos rosacruzes europeus e afirmando que era o antigo Egito o berço da sabedoria deles. Outra vertente maçônica dos rosacruzes surgiu em Seattle (EUA), em 1909, fundada por Max Heindel, inspirado nos ensinamentos do teosofista Rudolf Steiner.

Leia mais no sobre a Rosa-Cruz no Wikipedia.

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Douglas Hugentobler

Douglas é o diretor acadêmico da Universidade das Nações em Worcester, África do Sul. Ele faz parte da liderança da Jocum em Worcester, onde mora há 16 anos junto com sua esposa e filhas.

    Comentar pelo Blogger
    Comentar pelo Facebook