Qual a mensagem do Evangelho? (Parte 4 de 5)


Qual a importância de termos um entendimento correto sobre o Evangelho?

Existe duas razões importantes:

1. NOSSO ALVO

O evangelho popular se foca em levar as pessoas ao céu e escapar do inferno. Jesus é apresentado como a solução de um problema. Ele é simplesmente o meio ou caminho de como chegar ao céu. Ele conserta nosso problema.

A gente fez que o evangelho se tornasse a solução para tudo. Vendemos Cristo como o meio de conseguir prosperidade. Cura. Entretenimento.

Nos evangelhos, Jesus não é o meio de como conseguir algo: Ele é o caminho, sim. Mas também é a verdade e também é a vida. Ele é o tesouro no campo que vendemos tudo o que temos para adiquirir.  No Novo Testamento, Jesus é o ALVO. Ele disse para o jovem rico, vá e venda tudo o que tem e ME SIGA! Ele é o centro da mensagem.

Ele disse aos fariseus em João 5: 39-40, “Vocês estudam cuidadosamente as Escrituras, porque pensam que nelas vocês têm a vida eterna. E são as Escrituras que testemunham a meu respeito; contudo, vocês não querem vir a mim para terem vida.”

Agora eu sei, Senhor, por que não respondes, o Senhor mesmo é a resposta. - C.S. Lewis.

No Novo Testamento, Jesus não é simplesmente o "como". Ele é o alvo, ele é nosso tesouro.

O que a gente tem feito na nossa proclamação do evangelho, a gente dá uma pintura linda do céu, e uma terrível do inferno, e apresenta Jesus como a solução deste problema. Mas precisamos falar sobre Jesus, para que as pessoas sejam atraídas à ele!!! 

Quando os apóstolos proclamaram o evangelho eles não mencionaram céu ou inferno, porque era sobre proclamar Jesus! Ele é o alvo, ele é o início e o fim. Ele não é só um instrumento. Ele é o alvo da vida cristã.

É por isto que é importante entender o que é o evangelho, porque aponta as pessoas para Jesus, o autor e consumador da nossa fé.

Quando pregamos o evangelho errado, nós vacinamos as pessoas contra o evangelho real. Os ensinamos a fazer uma oração para salvação e nos perguntamos porque eles não apresentam frutos da vida cristã em suas vidas. O alvo não é Jesus, é o céu. Ou evitar o inferno. Pregamos um evangelho de medo, ao invés de um centrado no amor de Cristo.

2. O ALCANCE DE NOSSO EVANGELHO

Se você crer no evangelho popular, 'levar as pessoas ao céu', então o que importa é uma coisa só: almas indo ao céu quando elas morrerem.

Evangelho popular: Almas. Salvar as pessoas do navio afundando. Com este entendimento, as única coisa que importanta é ser pastor ou missionário, ou agir como um quando não estiver trabalhando, ou no trabalho mesmo. 

Mas qual  é o alcance do evangelho?

1 Cor. 15: 28 "Quando, porém, tudo lhe estiver sujeito, então o próprio Filho se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, a fim de que Deus seja tudo em todos."

2 Cor. 5:19 "ou seja, que Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo (Cosmos), não levando em conta os pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da reconciliação."

Col. 1:19 "Pois foi do agrado de Deus que nele habitasse toda a plenitude, e por meio dele reconciliasse consigo todas as coisas, tanto as que estão na terra quanto as que estão nos céus, estabelecendo a paz pelo seu sangue derramado na cruz."

O que Ele criou? TUDO! O que Ele está interessado em redimir? TUDO.
Ele está trazendo tudo debaixo da soberania de Cristo.

O evangelho "Jesus Cristo é Senhor" encompassa tudo na criação.

O evangelho popular não traz o imperativo de discipulado. Eu fiz a oração, eu fiz o curso. Minha alma está salva, eu estou bem. 

Mas o Evangelho "Jesus Cristo é o Senhor" está interessado em todo o vestígio de Adão que ainda se encontra em mim. Deus se importa com minha alma? Sim. Com meu corpo? Sim. Com meu trabalho? Sim. Com minha sexualidade, família, país, meio ambiente, artes, ciência? Sim. Política? Sim!

Ele é Senhor de TODAS as coisas.

Entender o evangelho corretamente é importante por causa de suas implições. Deus se importa com tudo e todos.

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Douglas Hugentobler

Douglas é o diretor acadêmico da Universidade das Nações em Worcester, África do Sul. Ele faz parte da liderança da Jocum em Worcester, onde mora há 16 anos junto com sua esposa e filhas.

    Comentar pelo Blogger
    Comentar pelo Facebook