Modificações corporais

É interessante o modo que cada cultura usa para se expressar. Alguns destes são muitos interessantes e espero que o fenômeno da 'vila global' não roube estas expressões dos diferentes povos da terra. 

Outras expressões culturais são na verdade uma prisão e trazem atraso a algumas etnias. Na África a corrupção, passividade, abuso sexual, incesto e violência doméstica são alguns dos exemplos de cultura que aceitos como normais, mas que prejudicam e oprimem os africanos por séculos...

Aqui vão alguns exemplos de modificações culturais feitos por diversas culturas pelo mundo afora. Se são expressões que ainda devam ser encorajadas ...


Discos Labiais
Na Etiópia, as mulheres inserem discos feitos de madeira ou argila em um buraco nos lábios. Para isso, elas removem os dois, ou até quatro, dentes inferiores.



Anéis de pescoço
Nas montanhas entre a Birmânia e Tailândia vivem as mulheres Padaung que usam anéis em torno de seus pescoços. O que parece serem anéis, são na verdade bobinas de bronze. A primeira bobina é aplicada quando a moça completa cinco anos. Conforme ela vai crescendo, mais bobinas são adicionadas.



Escarificação facial
No Oeste da África, as pessoas decoram seus rostos com cicatrizes para mostrar suas origens tribais e bravura. Algumas destas escarificações têm a ver com pactos com os espíritos especialmente para proteção.



Dentes de Crocodilo
Em Nova Guiné, resistência e tolerância à dor são testadas com uma lasca de bambu usada para esculpir linhas no peito e costas. Quando as feridas saram, as cicatrizes simbolizam as marcas dos dentes de crocodilo.



Afiação dos dentes
Em muitas culturas, pessoas de ambos os sexos afiam seus dentes.



Pés pequenos
Na China, pés pequenos e delicados são desejáveis. Para manter a tradição, as jovens costumam quebrar manualmente os pés e cada um dos dedos e, em seguida, embalam os pés com bandagens bem apertadas. A aparência desejada é semelhante à da foto.



Bifurcação da língua
Jovens do mundo todo, especialmente no ocidente, cortam a língua longitudinalmente para deixá-la bifurcada, semelhante a de uma cobra.



Circuncisão Feminina
Também conhecida como mutilação genital feminina se trata da retirada das partes externas da genitália feminina, parcial ou total, incluindo o clitóris. Este procedimento acontece há séculos especialmente no norte da África geralmente como um ritual de preparação para que meninas possam virar mulheres. Isto é feito sem nenhum tipo de  sanitização ou anestesia. Várias mortes ocorrem todos os anos devido a perda excessiva de sangue ou infecção.
Nenhuma destas mulheres irá sentir prazer no ato sexual, e na verdade, irá sentir muita dor não só durante o sexo, como também durante a menstruação. A circuncisão é feita especialmente nos povos muçulmanos para garantir a virgindade das moças. Algumas, durante o parto, têm a vagina rompida até o ânus por causa do estreitamento da entrada vaginal. As que sofrem este problema irão ser rejeitadas pela sociedade por causa do cheiro constante de fezes e urina. Os filhos são tomados e entregues a nova esposa do marido. Veja um gráfico neste link.



Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Douglas Hugentobler

Douglas é o diretor acadêmico da Universidade das Nações em Worcester, África do Sul. Ele faz parte da liderança da Jocum em Worcester, onde mora há 16 anos junto com sua esposa e filhas.

    Comentar pelo Blogger
    Comentar pelo Facebook